Pré-Natal: entenda a importância e saiba como fazê-lo

A gravidez muda muito a rotina da futura mamãe. Uma dessas mudanças é de extrema importância: o pré-natal. Se você está apenas começando essa jornada da maternidade, muitas dúvidas podem surgir, já que o período do pré-natal dura toda a gravidez. Neste post vamos ajudá-la a se organizar nesta fase.

Mas para começar, vamos entender o que é o Pré-Natal.

O Qué é o Pré-Natal

O pré-natal é o acompanhamento médico-obstétrico indicado para toda gestante. É um cuidado que deve se iniciar ainda antes da concepção e vai até o pós-parto, que é um período de 45 dias após o nascimento do bebê, conhecido como puerpério.

É durante o pré-natal que a nova mãe recebe orientações gerais sobre a gravidez, como o que fazer com possíveis alterações na pele, desconfortos comuns da mudança hormonal, como controlar o ganho de peso com uma alimentação saudável, etc. Além dos primeiros cuidados com o recém-nascido e a importância da amamentação.

Por que é importante?

Em primeiro lugar, o pré-natal é importante porque através desse processo assegura-se um maior controle da saúde da mãe e do bebê, possibilitando uma gestação e um parto seguros. Realizando os compromissos do pré-natal, é possível acompanhar o desenvolvimento do feto e detectar problemas precocemente, aumentando as chances de tratamento e prevenindo partos prematuros e abortos.

Algumas gestantes também podem ter maior risco de complicações durante a gravidez e o parto, desenvolvendo inclusive algumas doenças como diabetes gestacional e a pré-eclâmpsia. Porém, esses problemas podem ser controlados e acompanhados no pré-natal. É também nesse período que a futura mamãe é orientada sobre o que esperar e como agir durante a gravidez, ressaltando a importância de manter uma boa alimentação e ingestão de vitaminas, praticar atividades físicas e outros cuidados necessários.


Exames de rotina do pré-natal

Exames de sangue:
• Hemograma completo; tipagem sangüínea e fator Rh; teste de Coombs indireto nas mulheres Rh negativo (repetido a cada 3 meses); glicemia de jejum; teste simplificado de tolerância à glicose oral; sorologia para sífilis (VDRL); sorologia para toxoplasmose; sorologia para rubéola; sorologia para hepatite B (HBsAg); sorologia para HIV; sorologia para hepatite C (HCV)

Exames de urina
• Urina tipo I; urocultura com antibiograma; exame parasitológico de fezes; exame preventivo do colo uterino (Papanicolaou); exame de conteúdo vaginal (bacterioscopia), se houver indicação clínica

Ultrassonografia obstétrica
Ultrassonografia morfológica fetal do primeiro e do segundo trimestre

Aproveite as consultas de pré-natal para tirar todas as suas dúvidas e esclarecer seus questionamentos. Durante as várias fases da gravidez e no seu dia-a-dia surgirão múltiplas indagações. Anote-as para levá-las sempre à sua consulta médica. Por vezes o seu próprio obstetra também não conseguirá explicar-lhe o porquê de tudo, mas poderá acalmá-la tranquilizando-a.

Carrinho de compras